Aposentadoria Especial do Vigilante

Avatar Paulo Souto | 23 de janeiro de 2019

É possível a caracterização da atividade de vigilante como especial, mesmo após 05.03.1997, desde que comprovada a exposição do trabalhador à atividade nociva, prejudicial a sua saúde, independente do uso ou não de arma de fogo, o que lhe dá o direito a uma aposentadoria especial com 25 anos de tempo de contribuição.

Citando a Professora Adriane Bramante, o Ministro Napoleão Nunes Maia Filho, relator de um recurso especial que foi julgano Superior Tribunal de Justiça, afirmou que “é inegável que há exposição ao risco iminente e possibilidade de um acidente/acontecimento súbito que pode ocasionar prejuízo à integridade física do trabalhador, principalmente no que tange às atividade de segurança pessoal e patrimonial que, como todos sabemos, atualmente é bastante precária“. #duvidasprevidenciarias #aposentadoriaespecialdovigilante


Written by Paulo Souto


Comentários

Este post atualmente tem nenhuma resposta.

Deixar uma resposta









  • Todos os direitos reservados a Paulo Souto - Desde 1998
Converse com Paulo Souto pelo WhatsApp